novembro 20, 2005

As Flores do Mal

Charles Baudelaire e os seus procedimentos muito pouco convencionais - para a época - fizeram emergir das profundezas os "Poetas Malditos", foram seus seguidores, Rimbaud, Verlaine, Mallarmé, Lautréamon e não sei quantos mais!
São celebres as "reuniões" de vários Vagabundos em 1845 no Hotel Pimadon em Paris, no "Clube Dés Hashishins", as experiências de Baudelaire nestas "reuniões" serão mais tarde relatas em "Os Paraisos Artificiais", emoções momentâneas, Fugas à mediocridade da existência, momentos de raros e lúcidos "sabores", mesmo que o despertar seja devastador.
Tendo dilacerado a sua pequena fortuna, Baudelaire que era um adepto da vida bóemia e libertina de Paris é submetido a julgamento familiar, onde lhe foi nomeado um tutor para controlar as suas Fugas Parisienses.
Por esta altura já Baudelaire tinha dado inicio à sua obra mais controversa as "Flores do Mal". Logo após a sua publicação em 1857, e depois de ser selvaticamente atacado pelo " Le Fígaro", todos os exemplares são confiscados, sendo que alguns a pedido de Baudelaire, foram escondidos pelo seu editor. Intitulado como obsceno e um ultraje à moral publica a sua publicação só é autorizada com a expurgação de seis poemas, o que veio a acontecer. Apenas em 1911, vieram a ser editados todos os 52 poemas do original.
Charles Baudelaire, morre em 1867 vitima de paralisia.
"É preciso estar sempre embriagado. Para não sentirem o fardo incrível do tempo, que verga e inclina para a terra, é preciso que se é sem descanso. Com quê? Com vinho, poesia, ou virtude, a escolher. Mas embriaguem-se."

As Flores do Mal "Metamorfoses do Vampiro"
"Da mulher, no entanto, com a sua boca de morango,
Contorcendo-se como uma serpente sobre brasas
Seus seios excitados no ferro do seu espartilho,
Corria um fio com odor acre a sexo feminino:
«Repara como meus lábios estão hímidos. Sei levar
Um homem, no fundo de um leito, ao mais antigo desvario."
"As Flores do Mal", edição da Relógio DÁgua, faz parte da BV e sem expurgações!!
Fugas do Vagabundo

86 comentários:

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Pois é que tudo o que se relacionava com sexo e "afins" era "censurado" e confiscado, vá lá se saber porquê...

Bjx e boa semana

Su disse...

como sempre gostei de ler
gosto de baudelaire
e amo o texto/poema do deve-se estar spre embriagado..é lindo tudo ele, apesar de aqui estar só umas linhas, mas amei ler
como sempre me preenches muitas lacunas:)))))))))))))é bom saber spre mais

agoro este teu blog
jocas maradas de marar

Mikas disse...

Muito sensual este trecho de baudelaire. Boa semana

dulce disse...

Vim desejar-te uma boa semana. E para que o tempo não te pese, escolhe ... a poesia ... ou o vinho.
Beijos.

Caiê disse...

Ofereceram-me um poema desse livro, com uma dedicatória, há anos. Sentei-me e li o poema que me era dedicado, em francês. Na altura, significou muito. Fiquei a saber que era uma flor maléfica para alguém... :)

wind disse...

Gosto muito de Baudelaire e esta passagem que escolheste é bela, sensual, erótica:)
Sem ter nada a ver, adorei ver o Jim Morrison neste clip, numa das minhas músicas preferidas deles. beijos e boa semana.

mocho disse...

Não conhecia o personagem mas aposto 1/2 kg de milho em como nos iamos dar muito bem (hi, hi, hi). Vinho, poesia ou virtude, a escolher? Que génio. Ia gostar dele. Um beijo e boa semana.

Naked Lunch disse...

Gosto muito também. Associo sempre a Mão Morta (não sei bem porquê) e alguns autores da Geração Beat (com um contexto completamente diferente...), especialmente Burroughs - peço desculpa de estar sempre a falar do mesmo...

Carlos Gil disse...

Boa escolha. Li o 'paraísos Artificiais' (daqueles livros da Colecção B, capa preta) teria os meus 17 anos. Foi "uma porrada" na cabeça. Entre outras. Infelizmente 'As Flores do Mal' já só o li alguns anos depois, depois do 25A e já em Pt. E a sócia dele, a mulata Jeanne Duval era outra grande maluka (felizmente), pita do teatro e da boémia. Baudelaire foi o tradutor francês de Adgar A. Poe, outro "Vagabundo" que morreu gloriosamente com o delirium tremens. Consequente. Mais um obrigado por outra boa lembrança.

Carlos Gil disse...

Edgar, claro. Edgar Alan Poe, também considerado o pai do conto policial com o seu 'os crimes da rua morgue'

Micas disse...

Também gosto muito de Baudelaire, embora quase nada soubesse sobre ele, é mt bom vir aqui. Grata pela partilha. Excelente escolha a do poema. Beijos e boa semana

TR disse...

Acho fabuloso estas "flores do Mal" e acho ainda mais fabuloso o Baudlaire. Mesmo os poemas mais deprimentes, mais negros, mais intimistas ou intimidadores (?) são fabulosos. Tenho de o reler!!!Não foi por acaso que tantos o seguiram incondicionalmente e não é por acaso que ele é hoje tão actual e sempre tão lembrado. Excelente escolha esta...

Mais um excelente vagabundo!!

bj

TR

merdinhas disse...

Bom dia Vaga Mundo.

As formas fluíam como um sonho além da vista,
Les formes s'effaçaient et n'étaient plus qu'un rêve,
Um frouxo esboço em agonia,
Une ébauche lente a venir,
Sobre a tela esquecida, e que conclui o artista
Sur la toile oubliée, et que l'artiste achève
Apenas de memória um dia.
Seulement par le souvenir.

("À une passante". Em: Baudelaire, Charles. Les fleurs du mal


O eterno e o transitório....não será?

© Piedade Araújo Sol disse...

Que interessante. O poema também bem escolhido!!

Pecaaas disse...

Carlos:
Que grande lição!
Vai fazendo que eu vou lendo.
Abr
Pedro

Pecaaas disse...

Ah! esqueci-me....Tens uma visita de alguém com muito valor intelectual:- O Carlos Gil do Xicuembo...

susana disse...

muito interessante...muito interessante mesmo...

vero disse...

Gosto muito dos poemas de Baudelaire... excelente escolha... estamos sempre a aprender um pouco mais... obrigada!

Beijinhos***

Mocho Falante disse...

Sim senhor, aqui aprender é o mote, é por isso que se torna tão interessante este poiso.

Abraços

¦☆¦Jøhη¦☆¦ disse...

Para não fugir ao que é costume, mais um post extremamente interessante. Por acaso já tinha lido algo de Baudelaire. Mas há muito que não ouvia falar dele, posso dizer que estava "esquecido" na minha mente, e agora foi relembrado.

Um abraço, João.

mocho disse...

Só passei para te deixar uma "peninha" minha. Não vale nada mas...é deixada com amizade.

Leonoretta disse...

ola vagabundo. o que eu mais gosto aqui na blog é de certos blogs com uma griffe especifica. o teu e um deles. gosto de passar por aqui.

abraço da leonoreta

Maria do Céu Costa disse...

Boa escolha este poema de Baudelaire. Beijinhos.

Betty Branco Martins disse...

Olá Vagabundo

Fui ao teatro ver uma peça dele. E a partir dai comecei a entender a sua poesia de maneira diferente.

A poesia de Baudelaire representa uma das mais investigantes junções entre a emoção e o rigor formal. A precisão de cada poema manifesta a mais extasiaste expressão de sentimentos, que ora se contrapõem ou partilham do mesmo significado.

Considerado um dos poetas mais misteriosos da literatura ocidental.

Baudelaire através da sua escrita manterá a maturidade do sofrimento e influenciará a todos que tiverem o bom gosto e coragem de entender as máculas contida na alma humana.

Como sempre ***** este teu post.

Beijinhos

Perfect Woman disse...

Baudelaire... bem tenho mais é que somar e seguir :-) jinhos Vgbundo

Aromas Do Mar disse...

Olá :)

Vem brindar connosco, vens?

Beijinhos

M&D disse...

Temos todos um pouco de Baudelaire dentro de nós.
Pelo menos eu falo por mim...

Tens aqui uma boa iniciativa, bem hajas pelo post.
Continua, Bom trabalho

Isabel-F. disse...

Baudelaire, uma figura que muito aprecio (já o tenho citado nalguns dos meus Posts)...
Óptima escolha.

Bjs

o barqueiro disse...

recomendo-te o blog de uma olhanense baudelairiana. aí vai...
www.lilisilva.blogspot.com

nina disse...

Charles Baudelaire!!!
adoro!
tens um blog muito muito interessante.

Anónimo disse...

Já tinha ouvido falar de Charles Baudelaire mas,confesso não me ter dado ao trabalho de pesquisar nada sobre este poeta e não só, que em menino ora queria ser Papa militar ora comediante.Sem dúvida um ser humano muito interessante.
Beijo
Daisy.

Paula Raposo disse...

Sempre a aprender contigo...Obrigada pelas tuas palavras no meu último texto. Beijos para ti

francis disse...

Amigo, só para te deixar um grande abraço. Baudelaire passa-me ao lado :-)

Menina_marota disse...

Ora muito bem Sr. Vagabundo, de Baudelaire, falarei na próxima visita, agora vim convocá-lo para o Blog do Peciscas, para agendarmos as actividades lúdicas que nos foram empossadas... (temos que definir estratégias... eheh) A campanha para o nosso próximo PR está em andamento!

Um abraço lúdico… ;)

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Vagabundo muito obrigado pelas tuas visitas ao meu querido diário.
passei para te deixar um kiss.

Clitie disse...

Embriagada estou eu depois do que li!... ;-)

Bjk

JSilvio disse...

;)
ganda musica..muito fixeeeeeeeeee ;)

peciscas disse...

Hoje, no Peciscas,divulgam-se as listas de mandatários e a Comissão de Honra|

A.J.Faria disse...

Olá, Vagabundo!
Gostei de conhecer o teu espaço, espero passar por aqui mais vezes!
Um grande abraço,

lena disse...

encantada sempre que aqui venho e hoje surpreendida e contente por encontrar Charles Baudeleire
belo poema que nos deixas dele

beijinhos

lena

gaivotadaria disse...

Saí por breves momentos da minha hibernação para vir conhecer mais um vagabundo conhecido do vagabundo da minha ria. O conselho dele é "fixe" : « É preciso estar sempre embriagado » sempre embriagado não há ressaca que entre, não lhes damos hipótese, às ressacas...bem pensado.
bj.

Cristina disse...

Olá vagabundo
:)
outro texto muito informativo
;)
obrigada pelas tuas palavras no meu mundo
:)
beijinhuu

Anónimo disse...

Mudam se os tempo mudam se as vontades...e ainda bem...Hoje em dia o sexo é tão natural quanto a sede,ihihihih:)

Beijokinhas,
Fica bem

Ass:www.barmaid.blogs.sapo.pt

Al Mutamid disse...

Olá Vagabundo, meu filósofo esotérico, meu embriagado poeta...
excelente selecção escolha. Mas não faças como ele que dissipou toda a fortuna na boémia parisiense.
Claro que isso foi no séc. XIX. Hoje e se vivesse no reino Lusitano sempre teria assegurado o rendimento mínimo e um palácio no Casal ventoso.
Um abraço

Lilis disse...

Excelente Blog!Gostei de ser descoberta e de descobrir este espaço de um conterrâneo, desta bela terra do Reino de Al-Gharb;)
Foram grandes momentos de prazer os que senti ao percorrer muitos dos teus Post's antigos e recentes...Fiquei fã incondicional e visitarei assiduamente este"banco de jardim";)
Um abraço:)

mfc disse...

Todos os proscritos de uma época têm a infelicidade de estarem avançados no seu tempo.

anatema disse...

Me descubro ante tu sapiencia. Largos años para seguir vagabundeando en los más renombrados pensadores y traernos aquí sus fragmentos literarios.
Tienes un rostro de vagabundo.....ummmmmmm.....
Existe uno como tú, un "vagabundo"/robisón que habíta en una cabañita en una pequeña isla en el Duero.

Vera Cymbron disse...

Muito boa critica. Gostei da sua forma de expor o que pensa sobre...

marco disse...

embriagado é comigo! vamos la embriagar..abraço

Carlos disse...

Mesmo sendo de outra época, seu pensamento é bastante atual. Provavelmente, algo que sempre será válido.

Phonseka disse...

Mais um "Discovery Vaganbundice" sempre muito bem escrito, por um vagabundo...

Já agora aproveito para dizer que o blog imbecil está pronto, renovado e no ar...
Passa lá e dá a tua opinião, tanto ao Phonsekeorema como ao blog em si.
Só mais uma coisa, o blog passa a chamar-se "As Teorias do Phonseka", se não te importares de mudar na lista...
Abraço.

GNM disse...

Muito interessante este teu post! Só há muito pouco tempo comecei a ler Baudelaire(sempre optei por ler poetas portugueses), ainda o estou a descobrir...

Fica bem!

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

cada passagem...um beijo que te deixo...

Woman disse...

Esclarece-me uma coisinha, é uma tira teimas... Tu gostas de te vestir de preto, não gostas? ;-) Jinhos VgBundo ;-) tem uma boa noche, black moçoilo...

Vagabundo disse...

Hammm... JE??? de preto? sei lá.. quando cálha, por vezes dedico-me assim a umas certas Bandalhices, e faz-se aqueles montinhos de roupa... não sei se estás a imaginar... e depois o que vem á rede é peixe.. e pode ser preto, ou então ás bólinhas eheheh... fica bem.
Bj Vagabundo Moçóila.

sue disse...

Thanks for sharing!!! Abaixo a censura!!!

Mónica disse...

Sempre que por cá passo, aprendo algo de novo.

Por muito que ache que tenho um modo de escrever complicado, compreendo que muitos também tiveram e foram criticados por isso, mas nem por isso deixaram de marcar a sua pegada na nossa existência.

Que censure quem quiser, mas o nosso pensamento será sempre livre...

:)

UGAJU disse...

Ler o teu blogue é como vasculhar a mochila de um vagabundo eclético! De surpresa em surpresa... sai-nos o Baudelaire! Mas onde dormiste tu...ó vagabundo!
Abraço

celeman disse...

Vagabundos unidos contra a apatia!

Isabel-F. disse...

passei para te desejar um
bfds

bjs

Menina_marota disse...

Um incompreendido, como tantos de nós... que estamos fora da época em que vivemos...

Deixo-te um dos poemas que mais gosto de Baudelaire:

"A rua em derredor era um ruído incomum,
longa, magra, de luto e na dor majestosa,
Uma mulher passou e com a mão faustosa
Erguendo, balançando o festão e o debrum;

Nobre e ágil, tendo a perna assim de estátua exacta.
Eu bebia perdido em minha crispação
No seu olhar, céu que germina o furacão,
A doçura que embala o frenesi que mata.

Um relâmpago e após a noite! — Aérea beldade,
E cujo olhar me fez renascer de repente,
So te verei um dia e já na eternidade?

Bem longe, tarde, além, jamais provavelmente!
Não sabes aonde vou, eu não sei aonde vais,
Tu que eu teria amado — e o sabias demais!"

(Charles Baudelaire in "A uma Passante")


Um abraço carinhoso ao Vagabundo mais a meu gosto da Blogosfera... ;)

Poesia Portuguesa disse...

Já que a Menina Marota me antecedeu... faço minhas as palavras dela...

Um abraço ;)

M.M. disse...

Tenho de voltar ao teu blog com muito mais calma - vi coisas muito interessantes. :-)
M.

M.M. disse...

Posso pôr um link no meu?

maresia disse...

Baudelaire, sim... Verlaine, muito sim lindo lindo lindo

Mauro de Araújo disse...

bicho... Walter Benjamim que o diga..

encontroblogalgarve II disse...

Olá!

Já te podes inscrever definitivamente!
Está tudo no Blog!
Em caso de dúvida, envia email ou contacta-me para o 917 582 174.

Até 1 de Dezembro!

Abraço,

J.

butterfly disse...

Sempre interessantes os teus textos...Obrigada por partilhares connosco...
Agradeço também as palavras deixadas no meu blog,deixaram-me bastante contente :)
Beijinhos e bom fim-de-semana!!

Passarinha disse...

olha, o Baudelaire teria gostado de donuts, se houvesse donuts no seu tempo e, podes crer, teria ido a Ibiza comigo, nem q fosse numa low cost, mas teria ido!!!

bjs

Luis Enrique disse...

Não há "poesia maldita" o que há são mentes "censuradas" "sentidos castrados"...a poesia é sempre uma ponte ao nosso insconsciente que abre as portas mais ocultas. Parabéns por este post. Como sempre, interessante.
Um abraço e obrigado pelas tuas visitas. Um abraço vagabundo.

Cristina disse...

bom fim de semana:)

beijinhos

Aromas Do Mar disse...

passei para ver se havia post novo (andaste a baldar um cadito ehehehe).

Aproveito e desejo-te um bom fim de semana.

Beijo da mar revolto

A.J.Faria disse...

Olá, Vagabundo!
Que continues embriagado com a beleza da Vida!
Um garnde abraço,

ARTITAL disse...

DESCULPA

NA REALIDADE O LIVRO FRANK ZAPPA A GRANDE MAE NAO FOI SÓ REALIZADO POR MIM MAS COM ALGUEM QUE INJUSTAMENTE NAO FIGURA LÁ
ISABEL CAMARINHA (A MINHA MULHER)

ABRAÇOS

CESAR FIGUEIREDO

Woman disse...

Completamente esclarecida hihihi, tira teimas tirada ;-) jinhos VgBundo (black-móçoilo-quando-calha) hihihi bom fim de semana...

mocho disse...

Um nobre fim de semana...meu nobre vagabundo (com vinho, poesia ou virtude, a escolher).

Pecaaas disse...

Baudelaire...
Bom trabalho Carlos1
Isto tem "muita mão dóbra"´
bfs
Pedro

Isabel-F. disse...

Oi...

Obrigada pelo teu comentário. Tens toda a razão...

Vou colocar o teu comentário no corpo do Post...
tenho um grupo no MSN onde já o coloquei:


http://groups.msn.com/MGM/general.msnw?action=get_message&mview=0&ID_Message=36418&LastModified=4675549301397615952

se quiseres, vai espreitar...

Beijinho de boa noite.

D LOPES disse...

E aí companheiro!!!
Vê lá se não amoleces com os mimos e continuas a dar-nos essas lições culturais. Olha que a fasquia está cada vez mais alta!!!
Keep up the nice blog!

Abraço.

JSilvio disse...

;)

Pedro Nobre disse...

Caros amigos,

Apareçam NA ESCURIDÃO DA NOITE, e deixem as vossas mensagens de SOLIDARIEDADE.

Todos juntos em prol do mesmo rumo...

Pedro Nobre ;)

sandra m. disse...

Este blog foi uma descoberta! Andarei por aqui muitas mais vezes porque aqui se fala de muito o que me interessa! E, se me dás licença irei adicionar-te no meu blog.

Até breve!

Gado Bravo disse...

tenho outro blog,
o marketingaxiologico.blogspot
em dias de mais veia filosófica vagueia por lá se te apetecer.
abraço dos açores*

kanguru disse...

O vag. ainda anda por aí?

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read film editing schools

Anónimo disse...

hi people,this is a simple test
sorry sex video
zzz