julho 12, 2005

Friedrich Nietsche ( 1844 - 1900)


“E, se o teu olho te escandalizar, lança-o fora; melhor é para ti entrares no reino de Deus com um só olho do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno, onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga” (Marcos, 9:47-48). – Não é exatamente do olho que se trata...

“Não julgueis, para que não sejais julgados ...com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós” (Mateus 7:1-2). –
Que noção de justiça, que juiz “justo”!...

“Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas” (Mateus 6:15). –
Muito comprometedor para o assim chamado “pai”.

“Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas?” (I Paulo aos coríntios, 6:2). – Infelizmente, não é apenas o discurso de um lunático... Esse espantoso impostor assim prossegue: “Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida?”...

3 comentários:

Abaixovitorino disse...

Gosto, sim senhor!

Pitosga disse...

Mário de Sá Carneiro, um génio!

Sara disse...

Mário de Sá Carneiro podia ser de facto um génio, mas então teria de se inventar outra palavra para Fernando Pessoa...